8 de novembro de 2012

rude sentido


O suficiente por vezes não é o suficiente mas é o que permanece. E, isso faz toda a diferença.

5 comentários:

Emilie Lorena disse...

Temos aquela tendência de nos "contentarmos" com aquilo que nos dão sem questionar. Temos de começar a questionar :)

Rita Ferreira disse...

não tem problema :)

andreia dias disse...

Concordo :)

raquel sousa disse...

Alguma vez te disse que estas tuas filosofias me deixam realmente a pensar? Porra miúda, entras na minha mente com apenas uma frase! *

mary disse...

nem mais!