6 de janeiro de 2013

a Cláudia voltou

"Preciso de descanso, equilíbrio na balança. De uma palavra a dizer para ir com calma. Sempre preocupado, não deixo nada por nada por dizer. Cabeça anda a mil, não deixo nada por fazer."

Os meus melhores momentos é quando estou com os meus phones, a fumar o meu cigarro, a ouvir o meu Hip Hop e a cagar para o Mundo todo! Relaxo. Deixo a batida fervida. Admito que este meu interior parece um fogo posto. Medito. E, sinto o vento. Mando o bafo para o ar. Nenhuma chamada e nenhuma mensagem. Sossego. Pouca paz interior. Sa foda, as memórias que carrego nos meus ombros que nem parecem minhas. Sa foda, a escola. Sa foda, as pessoas que deixei para trás e que me fazem falta. Sa foda, o gajo que não me sai da cabeça. Sa foda, tudo. Mau humor fodido. Acordo de manhã e é sempre a mesma monotonia da merda. Subo e desço, desço e subo. A ver caras cínicas e sorrisos estúpidos  Quero paz e sossego. Peço desculpa, se sou aquilo tudo contraditório. Se fodi com as expectativas de alguém. Fumo os meus charros, bebo as minhas cervejas. O meu top não é composto por ninguém a não ser eu. Passo mais tempo na estrada do que em casa. Quem me dera ser um pássaro a voar pelos céus sem se preocupar com o ninho porque o ninho é o céu e há quem diga que o céu é o infinito  Já meu deu na cabeça para perguntar a um pássaro o que vê no céu mas iam-me chamar doida varrida. Mas, não são os doidos varridos aqueles que fazem a sua própria felicidade? Estou triste. Ninguém me conhece e pensam que sim. Se eles soubessem que ás vezes nem de mim sei e que vivo certamente pacifica. Perder-me não me mete medo. Encontrar-me não me surpreende. Definir-me é limitar-me. Sou uma gaja de ideias minhas. Não roubo os créditos a ninguém por isso é que estou onde estou. Construí o meu próprio pedestal e tasse bem. Porque a vida é um vai e vem. Eu vou e venho. Paragens são tantas. Se morrer amanhã, já fumei o meu cigarro. Se foi a Vida que me trouxe, ela que me leve. 

8 comentários:

Margarida disse...

ÉS FANTÁSTICA

Margarida disse...

realmente sou! nunca tinha pensado nisso, acreditas? já li este teu post mais que duas vezes! é bom ler-te

Margarida disse...

espero que sim :))

Sentimentos Incontrolados disse...

Muito bom mesmo!

Sentimentos Incontrolados disse...

Gosto mesmo da tua escrita :)

Sofia Duarte disse...

Pois não, não é desculpa...

claire disse...

e que tenhas mais momentos desses,que te deixam tranquila e feliz com o mundo.às vezes é bom encontrarmo-nos só com nós próprios,também preciso muito disso

Ana Rita disse...

Olá querida, tenho um selo para ti no meu blog :) beijinhos