11 de janeiro de 2014

Sou a ACE tipo ACAB. Sou a morte de alguns. O prazer de outros. Nunca um meio-termo. E, se alguém me atrofiar têm que ter sempre em conta que sou uma arma. Um veneno atómico capaz de indrominar mentes. Não sou uma super mulher mas tenho capacidade de mandar o Mundo para o caralho. E, esse Mundo? Obedece-me. 

1 comentário:

Raquel Neves disse...

Eu sei. Quero muito lá ir, sozinha!
Mesmo sozinha e viver aquilo por mim.

Esta última pergunta com essa resposta... amei!