14 de janeiro de 2013

Nós somos os culpados por sofrer


- Ele no fundo ainda gosta de ti.
- Não gosta. Ele próprio mo disse.
- Mas, eu também digo muitas coisas que não sinto só para evitar senti-las.
- Tenho saudades de quando ele me vinha buscar a casa (...) Tenho saudades dele...
- Então, porque te enganas?
- Lau, não dá mais.
- E, és tu que decides isso? Se sentes saudades dele das duas, uma: Ou tentas voltar ou dás um tempo a ti mesma para esqueceres. E, se não conseguires esquecer segues com a tua vida sem te envolveres em compromissos sérios. Foi isso que eu fiz. Quando as Saudades me assaltam a memória eu mato-as a sangre frio!

4 comentários:

kowodzpin disse...

adorei o final daquele comentário. foi mesmo genuíno, foi mesmo à norte ahah. como andas tu? aquele blog estava a dar cabo de mim. não sei que faça com ele. help?

kowodzpin disse...

espero que sim. tomei consciência de tudo, não me incomoda mais, já esqueci aqueles sentimentos. estou contente com isso. consigo sorrir a cada comentário que escrevo, porque sei que desta vez é verdade, sinto mesmo que está tudo bem comigo. :D

J'F disse...

gostei muito.
e ... acima de tudo...AMA-TE primeiro.

Sentimentos Incontrolados disse...

Eu queria ter a coragem desse/a teu/tua amigo/a. Bem ando a precisar de matar as saudades, tal como tu.